quarta-feira, 20 de outubro de 2010


O incidente que resultou em agressão ao candidato Serra, no Rio, é demonstrativo do quanto a campanha à sucessão presidecial se encaminhou a rumos estranhos à democracia. A ação, atribuída a supostos militantes do PT, é o resultado do rebaixamento dos níveis do debate, que escorreu da alta política para os descaminhos de discussões estéreis e histéricas acerca do aborto, vindas do PSDB. Virá agora a vitimização de Serra e, o incidente, seu martírio. O ato vai virar "atentado" e o não-discurso, o vazio de discussão provocada em torno de nada, será o mote dominante daqui por diante, é o que presumo. (EB)
Foto: http://3.bp.blogspot.com/_51N1AJDUQi4/TL8x7VB6-dI/AAAAAAAACgw/mDaHgIBFoqs/s1600/10293317.jpg

Nenhum comentário: