sexta-feira, 9 de novembro de 2012

"Cidadões, vocês me ajudem..."


O cego pegou de sua sanfona e começou um cantar tão triste. O rouco instrumento, tão velho e tão puído parecia sentir tanto o cantor e sua lástima que guinchava surrados sons como um alarma bruto e sofrido. A alma da sanfona, enferrujada em tantas latumias grunhia alto o que se passava no âmago de sua vida de instrumento.

O cego, óculos escuros como convém a todo cego, parecia ver para dentro a escuridão que os óculos lhe impingiam. Mas não já tinha ele a sua própria escuridão? Por que os óculos, para escurecer dos outros que era cego? 

É que os cegos - por algum estranho motivo - procuram esconder com escuridão a escuridão em em que tanto vivem. São coisas, coisas humanas e bem nossas.

Eu via esse cego quase todos os dias enquanto esperava o ônibus na rodoviária velha, na Ribeira. Muitas vezes fiz isso de propósito: deixava o carro em casa para estar em contato com as coisas do povo, os pequenos dramas do cotidiano, o espetáculo de que eu participava quando junto com todos corria para a portinha apertada do coletivo na tentativa de não perder a vez. Essas minúsculas tragédias sempre repicam em minhas lembranças.

Pois bem: o cego parou sua canção e cessou o urro da sanfona e disse em voz alta: "Cidadões, vocês me ajudem. Quem puder que me ajude. Perdi a vista, cidadões, e hoje me vejo nessas condições. Se os cidadões puderem... que me ajudem..."

Assisti a essa cena muitas e muitas vezes. E muitos cidadões, condoídos e emocionados, reunidos na minúscula solenidade da esmola contribuíam com o óbolo precioso e pobre ao pobre que lhes estendia a mão.

Hoje lembrei-me do cego. Que como pobre ficava ali a cumprir a sina dos pobres que é de ser esquecidos. E às vezes - só às vezes -, virar lembrança passageira como passageiros éramos nós na rodoviária: o cego, eu e os todos que estavam por lá. De alguma maneira cegos todos nós.

Passamos por lá, o cego e eu. Passamos na cegueira da vida o cego e eu. Assim, chego a uma conclusão: "Cidadões, eu também sou cego. Minha rodoviária é este espaço, minha sanfona são essas letras. Mas, escuto algo: será que você não está também tocando uma sanfona na sua rodoviária? Parece que sim, parece que sim..."



quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Vejo na Folha e compartilho

Capa de revista dos EUA trará Barack Obama com cara de idoso

Um Barack Obama envelhecido irá estampar a capa da próxima edição da revista "Bloomberg Businessweek", que trata das previsões para o segundo mandato dele. Nesta quinta-feira, a publicação divulgou esta capa e também a do candidato perdedor, o republicano Mitt Romney, que, obviamente, não será publicada. Obama derrotou Romney nas eleições desta terça, ganhando um segundo mandato com 303 votos no Colégio Eleitoral, contra 206 do adversário republicano, conforme a contagem mais atualizada. 

Veja abaixo as imagens:

Reprodução


Paulinho Freire torra dinheiro com iluminação natalina

Leio na Tribuna que a prefeitura de Natal vai gastar quase 1,5 milhão em iluminação durante o período das festas de fim de ano. Mas o prefeito Paulinho Freire não havia dito que não faria esse tipo de despesa? Que a situação do erário não permite? Que adotaria uma atitude austera neste fim de gestão? Se disse, esqueceu. E vamos torrar dinheiro público em coisa desnecessária. 

Outra coisa: ele disse também que dará apoio “logístico” ao Carnatal. Não vi nenhum jornal questionando o que seja esse apoio. Não deveria dar apoio nenhum. O Carnatal é uma festa particular, seus lucros enormes vão todos para seus donos, os donos da Destaque. Portanto, nada de dar apoio ao Carnatal.

Abaixo, a matéria da Tribuna.

Prefeitura gastará R$ 1,5 milhão em iluminação natalina

A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) abriu licitação na modalidade tomada de preços, do tipo menor preço global, para contratação da empresa especializada para execução de serviços e engenharia, sob forma de fornecimento, confecção, montagem, manutenção e desmontagem dos elementos que compõem a iluminação natalina 2012 da cidade do Natal, extensiva ao mês de janeiro de 2013, para enaltecer os festejos dos Reis Magos. O valor total que será gasto pelo município é de quase R$ 1,5 milhão.

Anteriormente, o prefeito Paulinho Freire havia dito que o município não gastaria com a iluminação natalina. Porém, segundo a Prefeitura do Natal, a determinação de Paulinho Freire foi que a iluminação natalina seja feita com o aproveitamento de estrutura e peças usadas no ano anterior, de forma a obter o melhor efeito possível com menor custo e sem comprometimento da qualidade. Com isso, a Semsur elaborou projeto que utilizará recursos oriundos da Contribuição Sobre Iluminação Pública com valor exato de R$ 1.494.000,00.
saiba mais
O aviso de licitação foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 31 de outubro passado e a abertura das propostas será na manhã do dia 16 de novembro. O projeto contempla a iluminação natalina na BR-101, avenidas Salgado Filho, Roberto Freire e Prudente de Morais, Praça Pedro Velho (Praça Cívica), Palácio Felipe Camarão (prefeitura), três presépios, o pórtico da entrada de Natal e três árvores natalinas. 

A tradicional árvore de Mirassol, que terá decoração verde e amarela alusiva à copa de 2014, e duas árvores na zona Norte, uma no conjunto Panatis e outra flutuante no Rio Potengi, também serão contempladas, assim como a recuperação dos três Reis Magos. A previsão da Semsur é que as árvores, em especial a de Mirassol, sejam entregues no prazo de 15 dias após iniciados os trabalhos. 

O titular da Semsur, Luiz Antônio Lopes, afirma que mesmo antes do prefeito determinar o reaproveitamento dos enfeites natalinos de anos anteriores, a secretaria já havia tomada a decisão de "fazer uma decoração natalina de qualidade, mas sem gastos vultosos".

O secretário acrescentou que apesar de haver recursos na fonte Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), optou pela "tradição e pela manutenção da iluminação pública que é um direito do contribuinte, além de ser um elemento de segurança pública".

Em 2011, a Prefeitura do Natal investiu R$ 3,754 milhões na contratação de empresa para realizar a iluminação natalina da capital potiguar. O valor foi referente a "serviços de engenharia, sob forma de fornecimento, confecção, montagem, manutenção e desmontagem dos elementos", ficando até janeiro deste ano para "enaltecer os festejos dos Reis Magos". O contrato entrou em vigor no dia 1º de novembro de 2011 e teve vigência de 110 dias.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Programa Grandes Temas entrevista
Vereadora Eleika -  http://www.paraibamaster.com.br
vereadoras eleitas sob o lema da ética

Gravei hoje à tarde o programa Grandes Temas, na TV Universitária, tendo a ética na política como foco. Participaram as professoras Amanda Gurgel e Eleika Bezerra, vereadoras eleitas exatamente sob a consigna de exercer mandatos centrados em atitudes coerentes com o que se espera do agente público.O programa irá ao ar às 19h.
Vereadora Amanda - http://www.rota83.com/eleicoes

Amanda e Eleika destacaram-se e se elegeram a partir de pronunciamentos que a sociedade queria ouvir. A primeira tornou-se nacionalmente conhecida ao expor a lamentável situação da educação no Rio Grande do Norte. 

O pronunciamento caiu nas redes sociais e sua configuração como pessoa midiatizada contribuiu decisivamente para a vitória.

A professora Eleika, que tem toda uma biografia voltada para o ensino, anunciou que doará os vencimentos de vereadora a instituições de caridade; ao lado de um trabalho de convencimento de que não se pode cair no pessimismo, conseguiu votos suficientes para chegar à Câmara.

Enfim, é isso: o programa irá ao ar logo mais. Um abraço,
Emanoel Barreto