sexta-feira, 21 de novembro de 2008

O Inferno Verde e sua folhagem de dor
Emanoel Barreto

As coisas de jornal da Folha informam: A floresta amazônica deixará de existir se mais 30% dela forem destruídos. A afirmação foi feita ontem em Manaus, durante a conferência científica Amazônia em Perspectiva."O número agora está consolidado. Se 50% de toda a Amazônia for desmatada, um novo estado de equilíbrio vai existir no bioma", afirma Gilvan Sampaio, do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Hoje, aproximadamente 20% de toda a floresta amazônica, que tem mais de 8 milhões de quilômetros quadrados, já sumiram "No Brasil, esse número está ao redor de 17%."E pode chegar aos 50% até o meio do século. Um estudo de 2006 da Universidade Federal de Minas Gerais prevê que, se o ritmo do corte raso continuar, quase metade da floresta que sobra hoje, tombará até 2050.

.........

O relacionamento do homem com a natureza nos encaminha a passos largos para uma hecatombe. Trata-se de uma ação predatória, insana e voltada para a exploração de tudo o que for possível: árvores, animais, rios, metais preciosos.

O que deveria ser um estado de espírito, um ato reverencial frente às forças naturais, convivência pacífica do homem com o seu meio, torna-se uma ação de barbárie, um ato coletivo de incivilidade e desrespeito.

Nossa civilização pautou-se historicamente pela visão da natureza como "recurso natural", ou seja: um patrimônio a ser utilizado economicamente, sem levar-se em conta que somos parte desse meio; e se o destruímos, destruimo-nos conseqüentemente.

Os governos, as grandes corporações empresariais, não têm qualquer atitude ética perante o planeta. A beleza natural não inspira comportamentos voltados para que a presença do animal homem se ajuste ao delicado sistema que somente agride. E o que vemos, no final, é um ato invasivo, cruel e danoso. E que se dane a Vida, o Bem, o grandioso instante de reverência à selva e todos os seus habitantes.

..ZOORÓSCOPO

Crocodilo - Os nascidos sob esse zoosigno são espertalhões. Têm ascendente em Tubarão e sabem como ninguém postar-se nas águas calmas da preguiça, somente com os olhos de fora, para atacar no momento exato. São encontradiços especialmente às margens de rios e lagos governamentais, de onde retiram sua dieta: dinheiro fraudado. Recomenda-se a mulheres nascidas sob Beija-Flor a não contrair matrimônio com homens em Crocodilo. Conselho: prezado crocodiliano, se em suas investidas der de cara com gente de Dragão, faça meia volta: já entrou na disputa perdendo.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Nem adianta flauta: no fim, o rato sempre vence
Emanoel Barreto
Ironias da vida: A cidade de Hamelin, no norte da Alemanha, poderá precisar novamente dos serviços do lendário flautista para afastar uma nova infestação de ratos.

O problema agora se concentra em um lote de terra abandonado nos limites da cidade que se transformou no foco da infestação, com ratos passeando por alimentos jogados fora e pelo lixo que está no local.

Ao invés de atrair os ratos para o rio da cidade com música, como o flautista teria feito segundo a lenda, as autoridades municipais pretendem colocar armadilhas em volta do lote abandonado.

Segundo a lenda, em 1284 a cidade de Hamelin foi invadida por ratos, mas um flautista os atraiu com sua música para o rio. O flautista também teria atraído para o rio as crianças da cidade, pois a cidade não pagou pelo serviço.

Em 2009, a cidade planeja marcar o 725º aniversário da lenda do flautista de Hamelin com vários eventos, incluindo um grande desfile de crianças pelas ruas da cidade. (informação da BBC-Brasil)
............
No Brasil, assim como em Hamelin, também estamos com falta de flautistas. Nossa orquestra da moralidade está desafinada e ratos de todos os tamanhos rondam, penetram, roem, fazem túneis e sempre dão um jeito de chegar aos cofres públicos.
Espertos, esses ratos. Quando um deles cai na ratoeira, é tão rico que consegue torcer, ou distorcer a realidade de suas ações funestas, que chega a se apresentar como vítima. E o policial que o prendeu, esse passa a ser visto como o criminoso.
Este país sofre com uma histórica e vasta epidemia de ratos. São falazes, alguns são cultos, vestem-se com roupas de grife, têm sempre planos ousados para surrupiar verbas e têm muitos, mas muitos contatos no Poder. Às vezes, até fazem parte dele. É..., são ratos respeitáveis.
Soube que, certa vez, alguém tentou contratar o flautista para erradicar a ratunagem no Brasil. Foi infeliz: o músico já havia sido subornado pelos ratos. E aí, dizem as lendas, aproximou-se do pobre sujeito que o havia chamado e tocou a flauta, tão linda e docemente, que o homem ficou enfeitiçado.
E de tal maneira foi alumbrado, que assinou papéis em branco. O flautista foi embora. Passado o encantamento, o homem voltou a si: tinha perdido tudo. Com os papéis assinados, os ratos foram a cartório e passaram todas as propriedades do homem para eles.
Desesperado, o homem tornou-se o primeiro sem-teto deste país. E hoje, quando tenta provar que ratos tomaram tudo o que ele tinha, é tido como louco. "Como é que um rato pode roubar um homem?", é o que lhe perguntam
Soube que ontem, depois de um ataque de nervos tentando provar que fora roubado por ratos, foi internado. Atacou um médico e meteram-lhe uma camisa-de-força. Moral da história: jamais desafie um rato...
..Zooróscopo
Tubarão - Os nascidos em Tubarão são gananciosos, astutos e sabem como ninguém agir em proveito próprio. É signo fartamente encontrado entre políticos, empresários inescrupulosos e até mesmo em funcionários de baixo escalão. Seu salário chama-se propina, comissão ou "por fora". Seus bancos trabalham com o caixa dois e jamais fecham para balanço.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008


Luzes de mentira

Emanoel Barreto

Eles querem ver você feliz com o décimo-terceiro. Eles querem ver você contente gastando, sentindo-se alegre, de uma alegria saltitante e súbita. E tão forte e contagiante, que você fica a se perguntar: "Mas por que, de repente, todas a lojas ficaram tão boazinhas, lembrando que somos irmãos e devemos festejar essa fraternidade?"

É porque Eles, viu bem?, Eles querem que todos estejamos contaminados pelo espírito do Natal, na verdade um velho e rabugento fantasma que gosta de amealhar alegrias artificiais, que transforma em lucro; efusão em todas as lojas de departamento, o que Eles chamam de aquecimento de mercado.

Há toda uma farsa em andamento. Um mundo em crise porque alguns banqueiros americanos perderam o controle sobre sua ganância e, enlouquecidos como tios patinhas, queriam porque queriam ganhar rios de dinheiro sem produzir nada. Deu no que deu.

Mas, é isso: assim caminha a humanidade. Malignos e corruptos berram dizendo que todos devem ser felizes. Sim, desde que deixem dinheiro, e muito, nas mãos do velho e avaro fantasma que acende nas ruas luzes de mentira.

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

O olhar, o velho e o seu tempo
Emanoel Barreto

No olhar, o tempo paralítico.
Na vida, o homem se perdeu
Desbotado num canto do passado.

Para ele, uma vida cancelada.
Numa vida, a visão despedaçada.
Seu caminho desceu lento, inexorável.

E depois, seu depois foi todo ontem.
E em torno dessa reta re-tornou.
E tornou-se tanto, tanto pesaroso,
Que sequer se quer se relembrar.